O que eu achei de Stranger Things - Temporada 1



Oi gente!
Se você é a louca(o) da série assim como eu, já assistiu Stranger Thing, certo? Mas se você não é, deve estar querendo saber o porque todo mundo na sua timeline do Facebook e Twitter não param de falar nesse nome, né? 

Então eu vou explicar pra você que não sabe ainda o que é Stranger Things, antes de começar a contar o que eu achei, ok? Ok!

Stranger Things é a nova série original Netflix. Ela é uma série de suspense, ficção científica e terror, criada pelos irmãos Duffer. 
A história se passa nos anos 80 e o que não falta na série é referências da década. 
A trama começa quando Will depois de passar a noite com os amigos jogando RPG desaparece na volta para casa. No dia seguinte quando todos sente falta de Will, os amigos dele decidem procurá-lo na floresta e acabam encontrando uma meninas misteriosa com a cabeça raspada (Eleven ou Onze). A partir daí começam a acontecer coisas misteriosas na cidade.



Bom agora que já te contei bem resumidamente sobre a série. Vou te contar o que eu achei assistindo a série. 

Eu comecei assistir a série e nas primeiras cenas do primeiro episodio eu já sabia que ia me apaixonar pela série. Não só pelas referências maravilhosamente nostálgica dos anos 80. Mas também pela história com cara de aventura adolescente. ~ sim eu amo ~
Pela pegada de suspense e cortes de cena bem trabalhados que te fazem ficar preso na TV esperando o próximo episodio. Ah! como eu amo fazer maratona quando a série te "obriga" a fazer maratona. ~ rs ~ 

Também achei interessante que a história meio que se conta em três partes, ou três pontos de vistas. Não sei como explicar. Mas a busca por Will se divide em os adultos (Joyce mãe do Will e o Delegado Jim Hopper). Os adolescente (Jonathan e Nancy). E pelas crianças (Mike, Dustin Lucas e Eleven). Cada grupo segue em busca do Will separadamente.



Outra coisa que me fez amar a série foi a representatividade feminina. Eu já contei aqui no blog que amo quando a série/filme tem personagem femininas fortes e marcantes. Falei isso no post sobre Orphan Black (veja aqui). 

Stranger Things tem três personagens femininas super fortes e corajosas que quero destacar aqui. A primeira delas é Joyce Byers interpretado pela Winona Ryder. Joyce é a mãe do Will e é a que mais se empenha para encontrar o filho desaparecido. Mesmo quando todas acreditam que Will está morto, ela não desiste e continua a procurar o filho desaparecido. E ela não tem medo, enfrenta várias situações perigosas em busca de Will

Outra personagem feminina super marcante e Nancy (Natalia Dyer) irmã de Mike, melhor amigo de Will. Nancy é aquela tipica adolescente clichê. Até aqui parece que não tem nada demais nessa personagem. Mas ela se mostra bem forte e corajosa quando descobre que sua melhor amiga, Barb desaparece. Nancy começa a investigar sozinha e depois com a ajuda de Jonathan irmão de Will o desaparecimento de Barb e Will. Todo tempo Nancy parece mais corajosa e decidida. 

E a última, mas não menos importante personagem feminina com muita coragem, força e o melhor: super poderes da série é a Eleven ou Onze (Millie Bobby Brown). Onze sem sombra de duvidas é a personagem mais marcante da trama. Ela entra na história logo após o desaparecimento de Will, fugida de um lugar que parece ser um hospital. Mas depois com o andar da histórias descobrimos que não é um hospital e de onde realmente que Onze está fugindo.
Onze conhece os amigos de Will (Mike, Dustin e Lucas) e os ajuda a encontrar o amigo desaparecido. 


E o último ponto, e eu acho que é o ponto que me fez ficar apaixonada na série é a atuação do elenco infantil. 
Eu fiquei impressionadíssima com a atuação dessas crianças, sério! Acho que eu nunca vi crianças interpretando tão bem como o elenco de Stranger Things. 
Principalmente a Millie Bobby Brown (Eleven ou Onze). O que é expressão dessa menina? Ela interpreta tão bem que consegue fazer a gente sentir o que a personagem está sentindo. 
Eu amei muito cada ator mirim dessa série. É muito talento!   


Sim! Está escrito Curto Feminices.
Eu assisti a série toda em um noite/madrugada e agora não sei o que fazer. ~ rs ~ Sério! Eu me apaixonei real por essa série e queria pedir a Netflix que por favor não demore a produzir a segunda temporada. Ao que parece segunda temporada só em 2018, mas não custa ter esperança que lance antes, né? 
Agora me diz, você já assistiu a série? Quais foram os pontos que você mais gostou? 

Ah! Quer um gif de luzes com uma mensagem do mundo invertido também? Clique Aqui e faça o seu.


Um grande beijo e até o próximo!
Acompanhe também nas redes sociais:
Instagram: @curtofeminicesblog | Twitter: @curtofeminices | Snapchat: Racheldbg
Facebook: www.facebook.com/curtofeminices1 

Você também pode gostar:

2 comentários

  1. Eu to apaixonada real por essa série. As crianças deram um show de atuação e de simpatia. A história é envolvente no inicio ao fim. Agora a maior dor é ter que esperar muito tempo pela segunda temporada.

    ResponderExcluir

Já deixou seu comentário? Eu vou amar!